COMPARTILHE

Quais os discos que mais te emocionaram este ano? Já fez sua lista? Em julho, publiquei aqui no La Parola a primeira parte dos melhores álbuns de 2014, com lançamentos entre janeiro e junho. A segunda parte está aqui, com os melhores álbuns lançados entre julho e dezembro.

Algo que marcou este segundo semestre foram os retornos de quem estava hibernando. O Pink Floyd lançou uma lisergia nova 20 anos depois de The Division Bell, The Who aproveitou a coletânea The Who Hits 50 para lançar uma música nova 8 anos depois da última inédita e os Racionais MC’s ressurgiram com uma nova pedrada 12 anos depois de Nada como um dia após o outro dia. Retornos importantes. Uma pena que The Endless River já foi confirmado como a despedida do Pink Floyd.

Outra característica dessa lista são as homenagens. Sir Paul McCartney teve suas composições regravadas por 33 músicos espetaculares no tributo The Art Of McCartney quatro exemplos rápidos: Bob Dylan, Kiss, B.B King e Willie Nelson. Louis Armstrong foi homenageado de maneira peculiar por Dr. John no álbum Ske-Dat-De-Dat… The Spirit of Satch. E, finalizando as homenagens, um belíssimo tributo que Eric Clapton organizou em homenagem a JJ Cale, reunindo pessoal como Tom Petty, John Mayer, Mark Knopfler e, mais uma vez, Willie Nelson.

Um álbum que está na lista e não é necessariamente novo é o registro completo, histórico e sensacional de The Basemente Tapes, de Bob Dylan e The Band. O primeiro lançamento é de 75, mas muitas gravações ainda estavam guardadas. 29 anos mais tarde recebemos de presente as 138 músicas que foram concebidas em um simples porão, entre 67 e 68.

O ano de 2014 foi muito interessante para a música nacional também. Já falei dos Racionais MC’s, mas o melhor álbum de rap no ano pertence ao senhor Criolo, capaz de juntar dezenas de referências culturais, políticas, marginais e históricas em poucas linhas, mesmo escrevendo muitas linhas. É, imagine o conteúdo imenso que Convoque seu Buda carrega. Melhor, não imagine apenas, escute.

Na primeira lista, eu disse que o melhor álbum do ano vinha direto da Costa do Marfim. E cá está ele presente. A Cachorro Grande mudou completamente sua sonoridade. Parece outra banda. Uma baita de uma outra banda. Também fechando o grupo nacional tem os ótimos álbuns de Tom Zé, O Terno e Murilo Sá & Grande Elenco.

Deixarei abaixo o streaming dos 20 melhores álbuns lançados no segundo semestre de 2014. Não está em ordem de escolha, e sim em ordem alfabética por motivos de eu achei melhor assim. O critério escolhido foi o mesmo de sempre, total gosto pessoal. É provavelmente a lista mais eclética que já fiz no La Parola, com rock, indie, pop melancia, rap, hard rock, blues, jazz, folk, progressivo e experimentalismos – ácidos e alcalinos.

AC/DC – Rock or Bust

The Art Of McCartney

Bob Dylan and The Band – The Basement Tapes Complete: The Bootleg Series Vol. 11

Cachorro Grande – Costa do Marfim

Criolo – Convoque seu Buda

Dr. John – Ske-Dat-De-Dat… The Spirit of Satch

Eric Clapton & Friends – The Breeze: An Appreciation of JJ Cale

Foo Fighters – Sonic Highways

Johnny Marr – Playland

Murilo Sá & Grande Elenco – Sentido Centro

Neil Young – Storytone

O Terno

Pink Floyd – The Endless River

Racionais MC’s – Cores & Valores

Radio Moscow – Magical Dirt

 

Robert Plant – lullaby and… The Ceaseless Roar

Royal Blood

Tom Petty and the Heartbreakers – Hypnotic Eye

Tom Zé – Vira Lata na Via Láctea

The Who – The Who Hits 50

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: