COMPARTILHE
Foto: Mídia Ninja

Há vários dias temos acompanhado os protestos que varrem o país de norte a sul, de leste a oeste. Verifica-se que é um movimento muito consistente, onde os participantes estão muito motivados e convictos em suas reivindicações.

Mas de onde vem esta tremenda motivação? O que levou estas manifestações alcançarem estas proporções? Que reivindicações foram base para a alavancagem destas fortes manifestações que conseguiram mobilizar tanta gente e praticamente em todo o país?

Se perguntarmos para os próprios manifestantes, eles poderão listar uma série de reivindicações ou motivos, mas que no fundo não traduzirá a verdadeira motivação.  A real motivação está registrada no inconsciente dos brasileiros, e vem sendo construída há bastante tempo e vem se acumulando.

A verdadeira motivação dos protestos no Brasil é a insatisfação geral produzida por uma elite incompetente (tanto política, como lideranças da sociedade constituída) que não é capaz de gerir de forma eficaz o nosso país. Deste modo a insatisfação vem crescendo dia-a-dia e agora transbordou. Mas não se podem eleger apenas alguns motivos, pois eles são muitos.

A área de gestão evoluiu muito nos últimos anos, onde através do uso de ferramentas e técnicas modernas muitas empresas conseguiram alcançar o desenvolvimento e o sucesso. No entanto, o setor público continua a utilizar as velhas artimanhas políticas de acomodações de interesses, sem levar em conta os aspectos de competência e produtividade.

corrupção

A incompetência do setor público tem levado a uma ineficácia muito grande dos serviços a que a população tem direito, causando muita insatisfação. Em praticamente todas as áreas os serviços públicos estão muito abaixo da expectativa. O nosso sistema público está praticamente falido.

Os gestores públicos pouco fazem, dando sempre desculpas, como se bastasse ter uma desculpa para justificar a incompetência. Muitos alegam que grande parte dos recursos arrecadados já se encontram comprometidos com pagamento de dívidas, aposentadorias, e etc. Isto que o Brasil é um dos países de maior carga tributária do mundo.

Sabe-se que o setor público está quebrado. Sabe-se que este sistema, como aí está, é inviável, no entanto nenhum gestor público é capaz de apresentar uma nova opção, uma reforma, uma solução prática e viável. Isto causa insatisfação.

Não há como ter uma gestão eficaz sem se usar de instrumentos de gestão que incorporem planejamento e metas a curto, médio e longo prazo, por exemplo. Uma gestão eficaz necessita ter definido lista de procedimentos padrões para todo e qualquer atividade desenvolvida, desde as mais simples como atender ao telefone, por exemplo. Uma gestão eficaz necessita definir sistema de avaliação e checagem do nível de produtividade, de qualidade dos serviços prestados e do atendimento da expectativa da clientela. Uma gestão eficaz necessita definir padrões para qualificação de parceiros ou fornecedores. Enfim, hoje se conhecem uma série de pré-requisitos necessários para que se alcance boas performances de produtividade e qualidade em qualquer tipo de organização, no entanto os gestores públicos ignoram este conhecimento.

Na atualidade, com as tecnologias disponíveis nãos se admite que não se tenha um sistema eficiente de fiscalização e controle de todos os serviços e empreendimentos públicos. Tem que ser construído um sistema de fiscalização, controle e avaliação de cada categoria funcional que garanta produtividade e eficácia nas suas ações e que eliminem qualquer margem de possibilidade de corrupção. Da mesma forma, para todo e qualquer obra ou empreendimento público deve haver um sistema de acompanhamento e controle durante todo a sua duração. Sabe-se que cada centavo investido num eficaz sistema de fiscalização e controle apresenta resultados que o justificam.

Em decorrência da incompetência na gestão pública todos os serviços não atendem as necessidades da população, causando muita insatisfação. Na área da saúde, por exemplo, é muito triste o que ocorre. Muitas famílias veem familiares seus definhando nas listas de espera por leitos, por exames, por cirurgias e etc. Vi caso em que trabalhador que se acidentou ficou quase 2 meses numa cama esperando vaga para a cirurgia para reconstituir os ossos fraturados de bacia, clavícula, costelas e etc. Se a cirurgia fosse feita em seguida o tempo de recuperação seria muito mais rápido. Assim neste caso, a pessoa teve complicações e teve que fazer novas cirurgias e o tempo de internação ficou muito maior e mesmo assim a pessoa ficou com sequelas.

emergência hospital

Sabe-se que não há como se permitir que se lucre com a doença e os tratamentos de saúde. Assim o nosso sistema de saúde tem que ser revisto, já que hoje o sistema atual quer que a população fique doente para que eles possam faturar mais e desta forma não se trabalha a prevenção, que seria muito mais barata e eficiente. Com certeza esta reforma não será fácil, pois o corporativismo dos profissionais desta área é muito forte em nosso país, no entanto não existe solução sem mudanças radicais.

Outro exemplo de maus serviços são aqueles prestados pelas empresas de telefonia e outras concessionárias de serviços. No papel, existem as agência reguladoras que deveriam garantir um padrão de qualidade de serviços, mas infelizmente não possuem estrutura e capacidade de gestão adequada para a sua finalidade. Mesmo tendo canais de registro de reclamações contra as concessionárias não há um sistema eficaz que garanta a solução dos problemas e atendimento das reclamações apresentadas pelos usuários. Pois o cidadão abre uma reclamação e as concessionárias dão qualquer resposta e encerram a solicitação sem resolverem a questão. Como exemplo cito o caso de uma pessoa que está sem sinal no seu telefone celular a cerca de um ano. Ele já tentou de tudo e continua no mesmo. Via internet, fez a reclamação para a Anatel e a concessionária respondeu que bastava ele ir a uma loja e ativar o serviço. Ele já tinha estado em uma loja e sabia que isto não resolvia, mas daí com a carta da concessionária foi à outra loja. A resposta foi a mesma, que a questão do sinal não é com eles. Assim ele reabriu a reclamação, que logo em seguida a concessionária fecha, copiando e colando a mesma resposta para a Anatel. Assim ele já reabriu mais de 10 vezes a reclamação (pedindo socorro) e a concessionária copia e cola a mesma resposta inicial e encerra a reclamação como se estivesse resolvido e a Anatel simplesmente aceita. Isto tudo gera muita insatisfação.

Na prática, observa-se que a grande maioria dos programas dos governos (municipal, estadual e federal) não alcança o que se preconiza nos relatórios divulgados e isto causa insatisfação da população que confronta a realidade e aquilo que é relatado pelo gestor público.

Em muitos servidores públicos falta comprometimento e esforço para ajudar quem vai em busca de ajuda. O que fazem as pessoas mais humildes passarem é brincadeira, pois dão informações erradas para se livrar logo da pessoa, fazendo com que ela tenha peregrinações infindáveis até que desista do que buscava. Isto causa insatisfação.

Da mesma forma, a estrutura social brasileira não contribui para a melhoria do país como um todo, pois está alicerçada em princípios corporativistas, onde as instituições privadas da sociedade brasileira estão muito mais preocupadas em obterem vantagens para si e seus pares do que colaborarem para a melhoria do todo. Cada classe só defende os seus interesses em detrimento do todo. Cada entidade defende só os seus associados, mesmo que em detrimento do todo.

Não se tem a intenção e nem se conseguiria relacionar tudo o que causa insatisfação aos brasileiros. Apenas se relacionou alguns como exemplos, mas se sabe que em praticamente em todas as áreas públicas há deficiência naquilo que a sociedade usufrui e necessita. E esta insatisfação vem se acumulando e as pessoas cansaram de acreditar em promessas sem realizações práticas e agora decidiram colocar para fora o que estão sentindo.

cartaz protesto

O povo cansou de políticos incompetentes que prometem, mas não resolvem nada. O Brasil precisa de gestores públicos corajosos e determinados que assumam as suas responsabilidades e que dialoguem junto com a sociedade para encontrarem soluções diferentes para as questões que assolam o nosso país e que necessitam de medidas eficazes. O Brasil precisa de gestores corajosos que saibam planejar a longo e médio prazo para resolverem os problemas de sua gente.

O Brasil precisa de quem enxergue a problemática e busque solução real e não apenas camufle. Apenas para exemplificar isto se cita o sistema de transporte, que é um caos, tanto o de passageiro quanto o de carga. Assim precisa que alguém faça um estudo sério e embasado tecnicamente e, apresente uma solução, que não deve fugir da necessidade de cortar este país por ferrovias e equipar todas as cidades com metrôs que cubram todas as áreas urbanas. Tem que se estar ciente que tais empreendimentos não se realizam em um ou dois mandatos, mas tem que surgir uma pessoa corajosa que assuma a responsabilidade de elaborar e começar algo que em 20 30 ou 50 anos apresentará uma solução e a melhora da qualidade de vida do povo brasileiro.

Assim se conclui que a verdadeira motivação dos protestos que ocorrem no país está na insatisfação generalizada causada pela incompetência dos gestores públicos e ou da ineficácia de suas ações e do serviço público.

Sezenem Notlim

Siga La Parola:

http://facebook.com/LaParolaOnline
http://twitter.com/LaParolaOnline 

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: