COMPARTILHE

O que seria da memória de um país se não fosse a fotografia? Certamente seria bem menos visual e muito mais subjetiva. É graças a ausência de fotografias que ainda temos dúvida (e sempre teremos) sobre a aparência de Shakespeare, por exemplo.

O portal Brasiliana Fotográfica não quer saber disso. O projeto, que entrou no ar em abril de 2015, é uma extensa reunião de acervos fotográficos do país. A intenção é fazer com que a memória do Brasil esteja cada vez mais ao alcance da população. O site possui 2.393 imagens históricas em alta resolução, selecionadas nos acervos da Biblioteca Nacional e do Instituto Moreira Salles. São fotografias do século XIX e das três primeiras décadas do século XX.

Mas isso é só um início. O projeto tem a ideia de ampliar o número de fotos no banco de dados, incluindo no futuro fotografias de décadas mais recentes. A curadoria é de Sergio Burgi, coordenador de fotografia do IMS, e Joaquim Marçal, pesquisador da Divisão de Iconografia da Biblioteca Nacional.

Missa Campal de 17 de maio de 1888

Um dos destaques do site é a icônica fotografia da Missa Campal, realizada quatro dias após a Abolição da Escravatura. A missa aconteceu no Campo de São Cristóvão, no Rio de Janeiro e reuniu milhares de trabalhadores e personalidades, entre as mais famosas: Princesa Isabel, Lima Barreto e Machado de Assis.

A fotografia feita por Antonio Luiz Ferreira está disponível para ser explorada em alta definição aqui nesta página especial da Brasiliana Fotográfica. Mesmo sendo uma foto de mais de cem anos de idade, a riqueza dos detalhes impressiona.

Antonio Luiz Ferreira. Missa campal celebrada em ação de graças pela Abolição da Escravatura no Brasil, 1888. São Cristóvão, Rio de Janeiro.
Antonio Luiz Ferreira. Missa campal celebrada em ação de graças pela Abolição da Escravatura no Brasil, 1888. São Cristóvão, Rio de Janeiro.

Outros destaques

O acervo é enorme. Como já foi dito, são 2.393 fotografias. E isto é só o início. Algumas outras imagens além do registro da Missa Campal também ganharam destaque no site do projeto. A galeria abaixo tem 65 fotografias de diversos autores – incluindo anônimos. São fotos de cidades, ruas antigas, trabalhadores, escravos, índios e de muita história.

Clique na imagem pra abrir a galeria em tela cheia e boa viagem!

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: