COMPARTILHE

22 de Novembro –  Dia do Músico e também Dia de Santa Cecília, padroeira de todos eles.

Hoje é o dia daquelas pessoas que na maioria das vezes conseguem nos entender mais do que nós mesmos. Conseguem expressar em palavras, em versos e belas melodias, os sentimentos que não podemos, nem conseguimos decifrar. Dia daqueles seres que possuem a habilidade de preencher cada buraquinho vazio do nosso peito com algum tipo de sensação. Cujas letras e melodias nos dizem o que queremos e precisamos ouvir.

Dotados de uma sensibilidade imensa, conseguem ser todos em um só. E mesmo não conhecendo a vida, as dores, os romances, as alegrias e tristezas de seus ouvintes, são capazes de transcrever com detalhes cada emoção, cada momento, cada sensação experimentada, como se eles próprios tivessem vivido aquilo. E algumas vezes viveram.

Suas composições são como amigos que jamais nos abandonam e nos acompanham em todos os momentos das nossas vidas, sejam eles bons ou ruins. Nos ajudam a esquecer certas lembranças e  nos fazem lembrar de quem queremos esquecer.

Não há uma pessoa em todo o universo que já não tenha usufruído do trabalho de um músico, mesmo sem conhecê-lo, mesmo sem pagar por ele, ou agradecê-lo. Não é atoa que a padroeira dos músicos é Santa Cecília, cuja vida foi música pura, marcada por serviço em prol do outro e inteira doação.

St_cecilia_guido_reni

Certa vez, alguém definiu dessa forma a arte musical: “A música, que eleva a palavra e o sentimento até a sua última expressão humana, interpreta o nosso coração e nos une ao Deus de toda beleza e bondade”. Não estava errado.

E aos responsáveis por tal feito, deixo aqui registrado minha gratidão.

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: