COMPARTILHE

O mapa do mundo derretendo e sendo escoado para o ralo. Um cartaz colado em um muro avisando que é proibido colar cartazes. Uma placa de proibido ultrapassar impactante e com traços de tragédia. Ou simplesmente um aviãozinho de papel ultrapassando e quebrando um muro. Entre a crítica, a arte e uma pitada de humor divide-se o trabalho do ilustrador espanhol Pejac.

Se você parar, pensa e refletir em cada imagem que está na galeria abaixo é possível que sua mente viaje para bem longe. E ao fazer isso, Pejac estará pensando que sua arte tem cumprido o seu papel. O espanhol tem um talento de levar objetos e símbolos comuns para um novo contexto e o faz com pouca tinta, mas com um pensamento crítico-criativo apuradíssimo.

Os traços são mínimos. O artista raramente usa cores e enfatiza a utilização de perspectivas, silhuetas e a própria matéria-prima urbana. Mas, como dito com outras palavras acima, os significados são bem profundos. Pejac, definitivamente, faz valer a máxima “menos é mais” em suas intervenções urbanas. Confira nas imagens abaixo:

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: