Carolina Carettin

5 Artigos 0 Comentário
Caipira do interior de São Paulo e graduanda em Jornalismo. Já quis ser detetive, psicóloga e primeira bailarina do Bolshoi. Também escreve no Obvious.
Os primeiros raios de Sol tinham aparecido há pouco, por isso todos estavam sentados no fio. Pareciam todos maiores e mais gordos por causa do frio.
A culpa é de todo mundo. Do ser humano, bicho burro. Só resta rezar a todos os santos, todos os deuses. Seja você católico, judeu, umbandista, budista, islâmico. Qualquer intervenção – do céu ou lá de baixo – tá valendo
Em meio a trabalhadores, donas de casa e estudantes apressados e suados, a cobradora do circular 940 cantava baixinho enquanto devolvia o troco à passageira que passava pela catraca.
Ao criticar, a Filarmônica não faz somente de forma agressiva. Usa o humor e o lúdico para tocar em questões polêmicas e que devem ser debatidas.
Era uma terça-feira, um pouco mais de 10 horas da manhã e eu esperava meu ônibus passar. Surgiu, virando a esquina do outro lado da calçada, um bêbado. "Lá vem o bêbado! Logo de manhã já deve ter tomado todas", disse uma senhora.