Christine Alencar

21 Artigos 0 Comentário
Mil em uma só. Muitos sonhos, pouco tempo. Troco comida por mais 5 minutinhos dormindo (a menos que a comida oferecida seja chocolate). Me derreto com sotaques, mineiros, músicos e belos sorrisos. Apaixonada por tudo que precise de inspiração, ou que possa ser visto de maneiras diferentes. Futura mochileira.

E se?

É o que sempre dizem, não é?
Só te peço uma coisa: não demora, já estou nas últimas páginas...
Todo mundo tem um Expecto Patronum, que usa para se defender dos seus dementadores, o dela, bom, o dela eram os sonhos que ela tinha e o futuro que ela sabia que a esperava em algum lugar do tempo.
O trecho é iniciado com o exército da Primeira Ordem em formação, e ao fundo ouve-se o anúncio do “despertar”. Durante o vídeo, vemos BB-8 e Ray (vivida por Daisy Ridley), olhando para algo que parece se aproximar dos dois, em seguida revemos cenas que já foram disponibilizadas.
De repente ela se pega sem entender pra que eternizar tudo aquilo. Afinal, pra que lembrar das coisas ruins que nos aconteceram? Pra que criar meios de reviver tanta dor? Ficar mais forte? Aprender com os erros? Desculpa, mas isso mais parecia sadomasoquismo. Não é assim que ela queria lembrar da sua vida.
E todo mundo que entra na vida de alguém tem uma missão.
Além das filmagens e fotos inéditas, anotações pessoais, gravações, desenhos, notas de entrevistas e até a certidão de nascimento de Kurt, o documentário também conta com depoimentos de quem conviveu com o cantor, parentes, amigos, parceiros musicais e até ex-namorada.
Ela acorda no meio da noite com o coração disparado, todas as luzes apagadas, o silêncio ensurdecedor da madrugada e a imagem de quem seria o grande amor da sua vida, gravada em sua mente.
Adam Lambert não pretende substituir Freddie Mercury no Queen. Segundo o cantor, isso é algo impossível, e seu trabalho é apenas manter viva a memória do grande astro.