Letícia Moreira

12 Artigos 0 Comentário
Estudante de letras-francês, apaixonada por todo tipo de arte, especialmente literatura, música, cinema, teatro. Amo os felinos e tenho 3 gatos. Escrevo de tudo um pouco, mas especialmente sobre cultura e relacionamentos e também me desperta muitíssimo interesse assuntos sobre psicologia.
Quis ousar descobrir, conhecer um lado seu ainda oculto, uma força profunda que dormia. Sabia que haveriam altos e baixos, mas quis tentar.
Ah, o ano novo... Tantas falácias ao seu respeito. Há quem prefira encarar como mais um data comum. Porém, muitos encaram como um novo ciclo!
Vivemos rodeados de diversas pessoas e cercados por muitas coisas. Entretenimento barato há por todo lado.
Partir realmente dói! Mas é uma dor necessária. Partimos para longe para enfim sermos inteiros.
O que ficou disso tudo foi o aprendizado que quando um desconhecido te estende a mão é a vida te dando uma chance de tentar.
Uma hora você aprende a respirar fundo e entender que mesmo os pássaros que estão voando alto ,eles também tiverem seu momento de alçar voo, a plataforma entre o chão e o céu. Uma hora foi... E você sabe para aonde está indo?
Constantemente fugimos de algo ou alguém. Dos problemas diários, das situações mal resolvidas, dos amores mal terminados. Fugimos até das nossas próprias dúvidas.
O foco da série Sessão de Terapia, dirigida por Selton Mello, não é centrado em apenas um personagem, mas capta um pouco de todos. E o fato que difere é que também mostra a vida do terapeuta de forma humana. Afinal, terapeuta também é gente como a gente. Sofre, tem dilemas, crises, inseguranças, problemas.
Nós dificultamos tanto, nos precipitamos, desrespeitamos, desesperamos… E depois vem o arrependimento, aquela sensação que não deveríamos ter tentado, falado, calado… Arriscado.