COMPARTILHE

O Psicodália 2015 que já estava bom ficou ainda melhor, com o anúncio de novos nomes fortes da música brasileira na programação que acontece de 13 a 18 de fevereiro, na Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho (SC). Baby do Brasil, Júpiter Maçã e Próspero Albanese, a voz da banda Joelho de Porco, se juntam a Ian Anderson (Jethro Tull), Arnaldo Baptista, Jards Macalé, Ave Sangria e mais de 30 bandas para garantir um carnaval especial.

Serão mais de 40 shows, além de teatro, cinema, oficinas, atividades de recreação e aventura, em um espaço com mais de 500 m2 de área verde, com lagos e cascatas. A programação completa pode ser conferida no site do evento, onde é possível também comprar o passaporte que dá acesso a camping, com toda estrutura, inclusive uma cozinha coletiva.

Baby, Júpiter e Próspero

Baby do Brasil volta os tempos de Baby Consuelo no show “Baby Sucessos”, em comemoração aos seus 60 anos de carreira. “Menino do Rio”, “Tudo Azul”, “Cósmica”, “Todo Dia Era Dia de Índio”, “Um Auê Com Você”, entre outras canções, estão no repertório do show dirigido pelo filho da cantora, Pedro Baby, responsável pelo resgate do repertório clássico dela. Formado só de grandes hits de Baby e dos Novos Baianos, o show é perfeito para ela mostrar que não perdeu a majestade. A apresentação do Psicodália será no dia 14/2.

Júpiter Apple, que sobe ao palco do Psicodália no dia 15 de fevereiro, parece viver numa constante efervescência criativa. Para alegria dos fãs que acompanham sua carreira desde os tempos de Cascavelletes e TNT, Júpiter está de volta para celebrar a sua obra com a turnê Six Colours Frenesi, em que revisita os grandes hits de álbuns como “A Sétima Efervescência” e “Uma Tarde na Fruteira” e relembra a juventude transviada dos Cascavelletes e TNT. Uma jornada pelas composições do artista, desde canções mod sessentistas, levezas jazz, rocks canalhas, baladas domingueiras a Bob Dylan e concretismos e timbres eletrônicos.

E para encerrar a 18.ª edição do Psicodália foi convidado o e ex-vocalista da banda Joelho de Porco, Próspero Albanese. Ele sobe ao palco acompanhado de sua fiel tripulação para apresentar o show “Esbaforindo Rock´n Roll – Bye, Bye aos meus palcos antes que o vovô Alzheimer faça-me o seu convite de boas vindas…”, resultado do seu primeiro CD solo, coproduzido pelo multi-instrumentista, cantor, compositor, letrista e leal parceiro musical Guto Marialva. Atualmente, Próspero está gravando uma nova obra fonográfica. No repertório do show, várias composições do tempo de Joelho e da carreira solo.

Júpiter Maçã | Foto: Clegue França
Júpiter Maçã | Foto: Clegue França

Oficinas, teatro e cinema

Cinquenta oficinas estão confirmadas no Psicodália 2015. As inscrições são feitas 30 minutos antes do início, mas é bom garantir a vaga uma hora antes, alerta a coordenadora Janaínna Henriques. São oficinas de artesanato, circo, teatro, cinema e artes plásticas, além de palestras ambientais e sociais. “Procuramos contemplar diversas áreas de conhecimento e temas com valores diferenciados, como a prática da desobediência civil, além de debates e encontros de ideias sobre a economia e vida social. Queremos propor reflexões sobre como melhorar o mundo e tudo mais que pudermos oferecer como semente para que os participantes do Festival possam levar muitas “mudas” para serem espalhadas pelo mundo”, diz Janaínna.

Psicodália 2014 (6)
Psicodália 2014 | Foto: Divulgação

Meio ambiente

Desde 2012 o Psicodália tem uma Política de Gestão de Resíduos Sólidos. Muitas ações foram feitas em prol do meio ambiente, sempre com foco na redução de resíduos, no reaproveitamento de materiais e na racionalização da água. Os resultados têm sido positivos e em 2015 o Festival inovou ainda mais, com o Plano de Gestão Ambiental e da Qualidade (PGAQ), coordenado pela designer, mestre em Gestão Ambiental, Rosângela Souza Araújo.

A proposta é ousada, mas não impossível. O Psicodália quer, primeiramente, ser um evento lixo zero, com metas tangíveis para redução de resíduos, a começar pelos orgânicos que devem ser compostados na própria Fazenda Evaristo, durante o evento. Cada uma das áreas do festival terá pontos de coleta e separação de resíduos, além de oferecer ao público copos retornáveis. Em 2014, o Psicodália gerou 8.470 Kg de resíduos sólidos, cerca de duas toneladas a menos que em 2013. Além disso, cerca de 20 mil litros de água foram economizados com a implementação de 23 banheiros secos.

Psicodália 2014 (1)
Psicodália 2014 | Foto: Divulgação
Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: