Viagem

Sobre heróis que conheci em Kathmandu

Qualquer problema é pequeno quando lembramos dos Bodhisattvas que caminham anônimos, entre uma vida e outra, armados apenas de sabedoria e compaixão.

A província francesa que acaba de chegar

Fui. Na chuva. Pensado em que sorte eu tinha de estar ali. Que azar de estar há quase três horas tentando me localizar. Que sorte caminhar por essas ruas. Que azar não saber onde estava. Que sorte no azar tenho eu.

Montréal da Realização

A jornada de sorte e azar de uma quase jornalista, quase publicitária, quase fashionista mas muito apaixonada por viver novas experiências, que largou tudo e foi chamar o Canadá de casa.

Winnipeg: o que você nunca ouviu falar, mas que vai te despertar o desejo de conhecer

Se eu puder definir essa cidade em algumas palavras, seriam elas: parques, ar livre, calma, arte de rua, patriotismo, aborígenes e mercados de rua – não os que vocês estão acostumado, mas as vendinhas com frutas, tortas e comidas artesanais.

‘Senhoras e senhores, pouso autorizado (…) bem-vindos a Montréal’

Quando finalmente recebi minha autorização para entrar no país, meu curso começava quase três semanas depois de minha aterrissagem. Vi então uma oportunidade de viajar pelo Canadá. Meu voo aterrissava em Montréal primeiro, e de lá eu pegaria outro voo para Winnipeg.

Buenos Aires Além do Óbvio

Coluna a qual pretende abordar a cena cultural da capital portenha de modo amplo, despretensioso e sem restrições (literatura, cinema, moda, pontos turísticos, gastronomia, cafés, etc).

‘Curiosamente, continuo a comprar livros. Não posso lê-los… Se recuperasse a visão eu não sairia de casa. Ficaria lendo os muitos livros que estão aqui, tão perto e tão longe de mim…’

A capital portenha possui mais de 600 livrarias em seu território. Quais visitar? Além da renomada 'El Ateneo', a coluna 'Buenos Aires Além do Óbvio' recomenda três espaços literários que merecem a sua visita.