COMPARTILHE

Você já chamou alguém de hippie? Na sua cidade existem aqueles artesãos de rua que vendem brincos, colares e essas coisas? Para você eles são hippies? Mas você ao menos sabe o que é ser hippie? Afinal ainda existem hippies?

São muitas as perguntas, mas pouca gente sabe ao certo respondê-las. Porém isso não é só uma questão de tirar dúvidas. Atualmente existem muitas pessoas que percorrem o Brasil a fora fazendo artesanatos. São artistas, são trabalhadores, são viajantes, são andarilhos, são pessoas que escolheram uma vida diferente, fora dos padrões que a sociedade impõe. Acontece que com essa escolha vieram inúmeras consequências, o preconceito, a desvalorização, o abuso da fiscalização e etc… Mas afinal, não vivemos em um país democrático? Não somos livres para decidir sobre nossas vidas? Porque não pode vender o trabalho na rua? A rua não é pública?

Essas são algumas perguntas dos “Malucos de Estrada” ou como gostam de dizer por aí, as questões dos “Hippies”.

Confere aí:

Malucos de Estrada – A reconfiguração do movimento “hippie” no Brasil from Coletivo Beleza da Margem on Vimeo.

Para contribuir acesse:

Colabore com os Malucos de Estrada

 

Siga La Parola:

http://facebook.com/LaParolaOnline
http://twitter.com/LaParolaOnline 

 

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista:

Juliana Acco

Jornalista, gaúcha, alérgica a corante vermelho e consumidora frenética de informação. Gosto do simples, minha casa é minha mochila e minhas raízes estão nas nuvens. Moro em qualquer lugar, desde que tenha sombra, água fresca e Wi-Fi.