COMPARTILHE

Sensibilizar para a questão animal e alertar para a preservação ambiental, por meio de imagens que apresentam ao mundo a caça ilegal dos rinocerontes na África. Esses são os objetivos de Érico Hiller – embaixador da Samsung e fotógrafo da National Geographic Brasil – na mostra “A Jornada do Rinoceronte”, aberta ao público diariamente na Praça Victor Civita, de 12 de dezembro de 2014 a 1 de fevereiro de 2015. Ao longo do período da exposição, o projeto ainda prevê palestras e debates sobre a importância da vida animal, promovidos pelo Instituto de proteção animal “100% Animais”, em datas diversas.

Hiller dedicou-se a fotografar a grave situação destes animais na África ao longo de 2014. O Rinoceronte, animal que vaga pelo planeta há cerca de 50 milhões de anos, poderá ser extinto em um curto período.

“Mal consigo crer que este ser tão fascinante pode ter sua jornada interrompida na nossa geração. Acho que diante de uma tragédia tão perturbadora como esta, temos que nos posicionar como indivíduos, comunidades e governos”.

Depois de excursionar por quatro países africanos como Zimbabwe, Moçambique, África do Sul e Quênia, o fotógrafo reuniu suas melhores fotos para compor uma exposição que retrata a extraordinária beleza dos rinocerontes e as dificuldades das pessoas e organizações que combatem e lutam contra o extermínio desses animais. Érico acompanhou e documentou as dificuldades dos poucos guardas florestais que monitoram as grandes áreas nativas da região. Presenciou a desproporção e o perigo a que são submetidos esses protetores frente aos caçadores furtivos que possuem grande interesse pela extração dos chifres desses animais.

Muitos chifres são vendidos e utilizados para finalidade supostamente medicinal, sem comprovação científica. Vale ressaltar que o chifre de rinoceronte é o produto ilegal mais caro e cobiçado no mundo na atualidade.

“A fotografia documental sendo usada como uma mensagem de consciência nesta guerra sangrenta movida por sede de lucro e ganância”.

O fotógrafo também foi um dos últimos a registrar Suni, o rinoceronte branco do norte que morreu recentemente em outubro, causando uma enorme comoção global. Ele era o penúltimo macho de sua espécie e agora apenas seis restam no planeta.

Todas as fotos: Érico Hiller

Jornada do Rinoceronte (6)Jornada do Rinoceronte (1)Jornada do Rinoceronte (5) Jornada do Rinoceronte (4) Jornada do Rinoceronte (3) Jornada do Rinoceronte (2)

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: