COMPARTILHE

Completando 70 anos de idade (esse post é de 2013, provavelmente ele já está mais velho ainda!), Mick Jagger é ícone, voz, rosto, corpo e movimento de mais de uma geração. É uma das poucas pessoas no mundo a terem seu nome associado a algo extremamente particular. É fácil ser vocalista de uma banda de rock’n’roll. Mas ser Mick Jagger é impossível. Só há um Jagger na história do planeta.

Mesmo sendo o frontman dos Stones, Mick se aventurou em algumas participações especiais com outros artistas e também em carreira solo. Durante as décadas de 1980 e 2000, lançou quatro álbuns de estúdio sem o apoio dos Stones. Ao vivo e em estúdio, Mick dividiu os microfones com músicos de respeito indescritível como David Bowie, Peter Tosh, Buddy Guy e Michael Jackson.

Mini-Galeria Jagger:

Em sua carreira solo, Jagger convocou gigantes para serem apenas músicos de apoio. A lista inclui Billy Preston, Pete Townshend, Jeff Beck, Ray Cooper e Flea (quem foi esquecido que me perdoe). Então, para resumir a lista, ela é composta apenas por canções de outros artistas com a participação de Mick Jagger ou composições próprias com a participação direta de outros artistas. Entendeu? Se não, leia de novo ou pule logo pro primeiro play abaixo.

The Jacksons – State Of Shock

Peter Tosh – (You Gotta Walk) Don’t Look Back

com Bono Vox – Joy
do álbum Goddess in the Doorway [2001]

David Bowie – Dancing in the Street

SuperHeavy – Miracle Worker

com Lenny Kravitz – God Gave Me Everything
do álbum Goddess in the Doorway [2001]

will.i.am e Jennifer Lopez – T.H.E.

com Buddy Guy, Jeff Beck e Gary Clark Jr – Five Long Years
ao vivo na Casa Branca [2012]

com Tina Turner – It’s Only Rock and Roll
ao vivo em Tokyo [1988]

The Chieftains – Long Black Vail

Siga La Parola:

http://facebook.com/LaParolaOnline
http://twitter.com/LaParolaOnline

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: