COMPARTILHE

Você já foi alguma vez ao Mississippi Delta Blues Festival, em Caxias? Se você foi, as fotos abaixo vão te causar ótimos flashbacks. E se você não foi, mas tem no mínimo um % de simpatia pelo blues, vai sentir um pouco de vontade de ter estado lá.

O Mississippi Delta Blues é um festival que acontece anualmente no largo da estação férrea de Caxias do Sul, e é muito massa. Esse ano foi a oitava edição do evento, que teve mais de 90 artistas – brasileiros e estrangeiros – se apresentando em sete palcos diferentes. Sem dúvida, um dos maiores festivais do gênero da América Latina.

Os 3 dias de música (26, 27 e 28 de novembro) reuniram cerca de 10 mil pessoas e foram acompanhados de atrações paralelas como workshops de musicalização, tirolesa, espaço de arte, bazar, gastronomia caprichada, cervejas especiais e outras coisas.

E nos palcos do MDBF, o mais legal é que o som é incrível em todos eles, mesmo que você não seja tão apegado ao blues e não faça ideia de quem sejam aqueles caras que estão esfarelando os instrumentos. E se você conhece, melhor ainda, porque ao vivo sempre é muito mais foda.

É difícil elencar quem chamou mais o tinhoso pra dançar em um festival como esse, mas citando alguns dos protagonistas temos: Mr. Sipp, Chris Cain, Rip Lee Pryor, Super Chikan, Bob Stroger, Zora Young, Terry ‘Harmonica’ Bean, Whitney Shay, Jefferson Gonçalves, South American Kings of the Blues, Sherman Lee Dillon. A lista é grande e você pode ver ela completa no lineup oficial.

Se você não conhece algum desses nomes, tem minha recomendação.

Abaixo, um pouco do que foi o festival pelas lentes do fotógrafo Gui Benck, que no ano passado já tinha feito essa outra baita galeria lá em Caxias.

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista:

Flaubi Farias

Jornalista, parolo, navegador, alienígena e editor do La Parola.
COMPARTILHE