COMPARTILHE

A Copa do Mundo está chegando e certamente veremos muitas pessoas com os rostos pintados com as cores de seus respectivos países, prática já comum em estádios de futebol. Agora, viaje com o pensamento e imagine que o seu time/país é seu disco favorito e que a Copa do Mundo é o Record Store Day. Foi mais ou menos isso que fez a artista britânica Natalie Sharp.

Com muita paciência (e dor), Natalie pintou em seu próprio rosto as capas de oito álbuns que não são necessariamente seus favoritos, mas que são inspiradores para ela. Cada pintura levou entre 3 e 6 horas para ser concluída e a artista disse ter chegado a chorar após finalizar o desenho da capa de Veckatimest, do Grizzly Bear.

Natalie Sharp jura ter feito tudo em mão livre, sem o uso de estêncil. Merece aplausos!

Screamadelica-by-Primal-Scream
Primal Scream – Screamadelica (1991)
Unknown-Pleasures-by-Joy-Division
Joy Division – Unknown Pleasures (1979)
As-the-Crow-Flies,-The-Advisory-Circle
The Advisory Circle – As The Crow Flies (2011)
Remain-in-Light-by-Talking-Heads
Talking Heads – Remain in Light (1980)
Try-Out,-Kas-Product
Kas Product – Try Out (1982)
Everything!,-Tones-on-Tail
Tones on Tail – Everything! (1998)
Autobahn,-Kraftwerk
Kraftwerk – Autobahn (1974)
Veckatimest-by-Grizzly-Bear
Grizzly Bear – Veckatimest (2009)
Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: