COMPARTILHE

Muitos artistas, novos ou já há algum tempo na estrada, descobriram no crowdfunding uma maneira rápida e viável para viabilização de shows, turnês e clipes junto através de campanhas de crowdfunding para música ou financiamento coletivo como é chamado no Brasil. Qualquer artista que necessite de grana para seus projetos pode criar a sua campanha de arrecadação, o que torna o crowdfunding para música uma solução cada vez mais procurada.

São várias as vantages de criar uma campanha de crowdfunding. É rápido e sem burocracia: você não precisa pedir para bancos, empresas ou montar um plano de marketing super estruturado. Bastar ter uma boa ideia e talento, no caso, gravar seu CD, DVD, comprar instrumentos, entre outros, e criar o texto de sua campanha – defendendo porque precisa de cada contribuição e o que fará com o dinheiro. Além disso, é uma ótima forma de estar mais perto de seus fãs e interagir com eles.

Muitos artistas do Brasil e também do exterior estão arrecadando fundos desta forma. É simples, se a sua banda quer gravar um novo CD ou DVD, ela pode fazer a pré-venda do álbum para os contribuidores; se ela quer gravar um clipe, pode ofecer a participação do contribuidor no clipe ou um agradecimento nas redes sociais em troca do apoio; e já se for viabilização de show, poderá oferecer ingressos aos contribuidores. É uma forma da sua banda avaliar a receptividade e a aceitação do público perante seu trabalho antes mesmo de colocá-lo no ar. Projetos que fazem sucesso em crowdfunding também são sucesso quando lançados.

Com a campanha “Esteban Tavares: pré-venda exclusiva!”, o cantor Esteban Tavares, ex Fresno, conseguiu bater sua meta de arrecadação em 157% – R$ 80.705,00 – para a gravação de seu segundo CD, com mais de 1.200 contribuições. Ele conta que optou pelo crowdfunding, pois era uma forma de manter sua liberdade criativa e também ficar mais próximo de seus fãs. Segundo o Produtor de Esteban, Carlos Carreiro, “já havia organizado outros crowdfunding em outras plataformas, mas a Kickante tem um diferencial humano sensacional. Eles estão junto conosco, diariamente, orientando, resolvendo imprevistos e nos motivando a continuar.”

Esteban Tabares

A baterista Nina Pará também criou uma campanha para viabilizar a gravação de seu disco solo e acabou conseguindo muito mais do que esperava. Segundo ela, “a arrecadação (de R$ 8 mil) pagou a produção do meu disco. Isso me ajudou MUITO! Além disso, me sinto mais confiante com meu trabalho, percebi que tenho bastante credibilidade com meu público.”

Nina Pará

Já o cantor Carlos Finho conta que tinha receio de utilizar crowdfunding e pensava que as pessoas não seriam tão receptivas ao seu projeto e ao modelo de financiamento colaborativo. Mas, acabou se surpreendendo e atingiu a sua meta de arrecadação de R$ 13.000,00 para financiar a gravação de seu CD. Segundo Carlos, “além de tirar boas ideias do papel, o crowdfunding é uma ótima ferramenta para unir as pessoas em torno de boas causas e melhorar um pouquinho nosso mundo.”

Finho

Outro fato bem interessante é que agora os fãs também criam campanhas de crowdfunding pedindo que artistas se apresentem na sua cidade. Foi o que aconteceu com a banda Foo Fighters, por exemplo. Fãs da banda já criaram três campanhas de crowdfunding pedindo que o grupo se apresente na Virgínia (EUA), Inglaterra e também em Cornwall, arrecadando 70 mil dólares, 150 mil euros e 309 mil euros, respectivamente. E o Foo Fighters já confirmou presença na campanha realizada em Virgínia!

Agora ficou muito mais fácil colocar seus projetos no ar!

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: