COMPARTILHE

“Mas é a carinha do pai, não é?”
“Puxou a mãe, certo”
“Ela tem o nariz do pai e o olho da mãe”
“É o teu pai quando era adolescente. Igual!”

São frases comuns do cotidiano. Ao menos uma destas alguém já falou para você ou você falou para alguém ou, no mínimo, você ouviu alguém falar. Mas, afinal, o quão parecido você é de seus familiares?

O fotógrafo franco-canadense Ulric Collette provou como a genética é fantástica com o projeto Portraits Génétiques. Na série, Collette fotografou dois membros de uma mesma família, dividiu os rostos pela metade e criou um retrato como se as duas pessoas fossem a mesma. É incrível a semelhança entre diferentes graus de parentesco. Mesmo com idades e gêneros diferentes as duplas mostram uma absurda similaridade. O próprio Ulric participou do projeto, como poderão ver mais abaixo.

Com simetria e iluminação apuradíssimas, as edições resultaram em um trabalho incrível. Veja na galeria abaixo como duas metades se encaixam perfeitamente – ou quase, em alguns casos – e formam novas faces. Clique no canto superior direito para ver em tela cheia:

 

Siga La Parola:

http://facebook.com/LaParolaOnline
http://twitter.com/LaParolaOnline

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: