COMPARTILHE

E são de ampliar os limites da imaginação. O surrealismo do artista russo mescla com maestria formas vivas com objetos inanimados e amplifica a percepção das coisas.

Nascido em 1965, na capital Moscou, Vladimir Kush pinta desde muito cedo. Entrou na escola de arte logo os 7 anos de idade e nunca mais parou de criar. Nem quando foi chamado para o serviço militar, aos 18 anos. Na ocasião, Vladimir foi ordenado pelo comandante a ficar longe dos trabalhos pesados. Sua contribuição no quartal foi pintar cartazes de propaganda do exército russo. Foram dois anos sendo um militartista.

A virada em sua carreira de pintor chegou muito mais tarde. Nos anos 90 fez exibições de superar as expectativas em Hong Kong e nos Estados Unidos. Com o sucesso, abriu em 2001 sua própria galeria, em Lahaina, no Hawaii. Hoje, Kush tem quatro galerias próprias. Além da havaiana, possui uma em Laguna Beach, Califórnia e outras duas em Las Vegas.

Vladimir Kush

Vladimir Kush tem seus desenhos surrealistas publicados em quatro livros e cita Salvador Dalí, Caspar David Friedrich e Hieronymus Bosch como máximas referências na arte. O russo também ataca na escultura, mas não é esse o seu ponto forte.

Abaixo, algumas das telas mais inspiradas que Kush pintou:

Gostou do que viu aqui?

Todo sábado enviamos um e-mail com os artigos da semana. Entre em nossa lista: