Caroline Domingos

4 Artigos 0 Comentário
É jornalista, estudante de Letras, pesquisadora no Acervo Literário Josué Guimarães.
No filme, irmãos gêmeos preparam-se para ouvir o testamento deixado pela mãe, mas são surpreendidos com as exigências que ela deixou.
Esperanza é a criança prodígio que cresceu cheia de sensibilidade para explorar a sua potência vocal em meio ao piano, violino, violão, baixo e contrabaixo e, agora, presenteia o mundo com seu talento no mundo do jazz.
A história, contada sob o ponto de vista feminino, ajuda a compreender nosso passado, tão recente e obscuro
Caríssimo Chaplin, após desidratar chorando em Luzes da Ribalta pela milésima vez, ter suspirado perdidamente com Luzes da Cidade e perceber que dentre todos seus personagens somos metade vagabundos e outra metade Monsieur Verdoux, resolvi lhe agradecer por ter ensinado o valor de um belo pontapé.